ÁREA DE INFLUÊNCIA - Gravidez na adolescência é tema de palestra da Sinop Energia

A atividade aconteceu nas escolas Papa João Paulo II, em Sorriso, André Antônio Maggi, em Ipiranga do Norte, e Daniel Titton, em Cláudia, envolvendo aproximadamente 382 jovens, além de professores e demais colaboradores

O índice de gravidez na adolescência teve uma queda de 17% no Brasil, segundo dados revelados pelo Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc) do Ministério da Saúde. Partindo desse princípio, de contribuir com a diminuição dos índices de gravidez não planejada entre os adolescentes da região, é que a Sinop Energia, por meio do Programa de Saúde Pública (PSP), realizou no mês de maio, atividades voltadas ao tema, nas escolas da área de influência do Empreendimento.

As atividades aconteceram nas escolas Papa João Paulo II, em Sorriso, André Antônio Maggi, em Ipiranga do Norte e Daniel Titton, em Cláudia, envolvendo aproximadamente 382 jovens, além dos professores e demais colaboradores, os quais receberam as informações repassadas pela Juris Ambientis, empresa responsável pela execução do Programa. Indicadores do Fundo de População das Nações Unidas (FNUAP) e Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), além de orientações sobre características sexuais, puberdade, aparelhos reprodutores, consequências de uma gravidez indesejada, tipos de métodos contraceptivos, ciclo menstrual, infecções sexualmente transmissíveis e vacinação contra o HPV também foram repassadas.

Para Carla Cristina Calefi Mayer, professora e coordenadora da escola estadual André Antônio Maggi, em Ipiranga do Norte, as atividades de conscientização em saúde pública são de suma importância para o bom desenvolvimento dos alunos. “Nossos alunos são da faixa etária de 13 a 14 anos e muitos não têm acesso as informações em casa. As dúvidas são tiradas por nós professores ou por meio de palestras, onde eles se sentem mais à vontade”, repassou. Ainda, segundo a coordenadora, muitos pais têm dificuldades em lidar com determinados assuntos. “Eles pedem para seus filhos perguntarem para nós. A parceria da Sinop Energia aumentou e muito a periodicidade das atividades na área da saúde, aqui na instituição”, finalizou.

De acordo com a analista Socioambiental da Usina, Jaqueline Pysklevitz, a queda nos índices de gravidez na adolescência está relacionada a vários fatores, dentre eles, programas oferecidos pelo governo, atividades como as realizadas pelo Programa de Saúde Pública, e maior acesso a comunicação e informação, que além de conscientizar esses jovens, amplia o conhecimento dos professores. “O mais importante é que esses adolescentes saibam a mudança que uma gravidez indesejada acarreta na vida deles, lembrando que além da gravidez existe a possibilidade de adquirir uma infecção sexualmente transmissível”, finaliza Jaqueline.

Ao fim da atividade, uma caixa de questionamentos foi disponibilizada para que os jovens depositassem, de forma anônima, suas dúvidas. Após, a equipe técnica responsável pelo Programa de Saúde Pública da Sinop Energia, respondeu às dúvidas dos alunos.

Olá Eu sou a joana!

Tem alguma dúvida? Clique aqui!

joana maior