EDUCAÇÃO AMBIENTAL - Municípios definem ações para 2017 durante 3º Seminário Intermunicipal

Evento, realizado pela Concessionária da UHE Sinop desde 2015, com o objetivo de definir as ações que serão desenvolvidas ao longo do ano com os educadores e as comunidades dos cinco municípios da área de abrangência do Empreendimento

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Ao todo, 36 representantes dos cinco municípios participaram do evento (foto: Assessoria de Imprensa)

Representantes de Sinop, Sorriso, Itaúba, Ipiranga do Norte e Cláudia definiram as ações de educação ambiental que serão desenvolvidas ao longo de 2017, com o apoio da Usina Hidrelétrica (UHE) Sinop, durante o 3º Seminário Intermunicipal de Educação Ambiental, realizado no início de março.

O Seminário, realizado pela Concessionária do Empreendimento, a Companhia Energética Sinop (CES), desde 2015, é desenvolvido com base nos desafios locais identificados pelos próprios moradores dos municípios afim de discutir e alinhar as oportunidades de ações em educação ambiental, envolvendo representantes do poder público municipal, instituições de ensino e associações comunitárias.

O objetivo é promover a interação dos participantes na identificação das iniciativas de educação ambiental e campanhas socioeducativas já existentes nos municípios, verificando as possibilidades de formalizar parcerias para a execução de ações voltadas para áreas como educação, meio ambiente, saúde e agricultura dos cinco municípios.

Durante o evento conduzido pela empresa MM Social, executora do Programa de Educação Ambiental da UHE Sinop, a CES, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), apresentou sugestões de temas que abrangem de forma direta e participativa os desafios enfrentados em cada município. “Trabalhamos de forma bem objetiva, assim a metodologia ganhou um caráter totalmente participativo, com os próprios moradores escolhendo os temas que melhor atenderão a realidade local”, explicou Elaine Faria, gestora da empresa executora.

Com a participação de 36 representantes dos cinco municípios as atividades definidas são voltadas para o público formal (educadores da rede municipal e estadual de ensino e alunos) e não-formal (comunidade em geral, com extensão para os assentamentos que estão próximos à área abrangida pelo Empreendimento e técnicos municipais) e dividem-se em três modalidades, sendo campanhas temáticas, capacitações e projetos.

Dentre os temas que serão trabalhados neste ano, destacam-se os cuidados com animais peçonhentos e venenosos, plantas medicinais, resíduos sólidos, cinema ambiental, cultivo de espécies florestais, piscicultura, juventude, cidadania e meio ambiente. A piscicultura é um dos novos temas a ser trabalhado e que despertou a curiosidade do público. “Será uma oportunidade para nossa comunidade vislumbrar uma nova fonte de renda”, comemora a professora de Ipiranga do Norte, Angelita Fernandes.

De acordo com o gerente de Meio Ambiente da CES, André Vasques, a próxima fase é organizar os resultados e identificar as oportunidades de ações de educação ambiental para os públicos envolvidos. “Em seguida serão elaborados Planos de Ação Específicos [PAEs] para os públicos formal e não formal, ocasião em que deverão ser acordadas e oficializadas as parcerias necessárias para a execução das ações do Programa de Educação Ambiental da UHE Sinop, de maneira que os resultados positivos perdurem mesmo após a construção da Usina”.

Assessoria de Imprensa

Olá Eu sou a joana!

Tem alguma dúvida? Clique aqui!

joana maior