INTERFERÊNCIAS - Sinop Energia realizará obras em três trechos da BR-163

As modificações, que iniciaram neste mês de agosto, serão necessárias devido o futuro enchimento do reservatório da Usina. Como solução para estas interferências, serão construídos novos traçados em três pontos da rodovia entre Sinop e Itaúba

Em um dos pontos, na região do Córrego Loanda, entre os KM-887 e KM-890, com extensão de 1.726 metros, serão construídas duas pontes

 

Iniciaram nesta semana as obras das interferências da Usina Hidrelétrica Sinop em três pontos ao longo da rodovia BR-163. Localizadas no trecho Sinop – Itaúba, as alterações serão feitas nas regiões do Rio Roquete, Ribeirão Baixada Morena e Córrego Loanda. As obras serão necessárias para evitar os alagamentos devido o enchimento do reservatório da Usina Hidrelétrica, previsto para setembro de 2018.

Portanto, nesses pontos serão construídos novos traçados da pista, bem como executadas obras de contenções e implantação de quatro pontes. Os três trabalhos serão executados ao mesmo tempo e não deverão prejudicar diretamente o trânsito na rodovia.

A primeira interferência será nas proximidades do Rio Roquete, localizado entre o KM-872 e KM-874 da BR-163, com 888 metros de extensão, onde também será implantada uma ponte. O trecho a ser readequado no Ribeirão Baixada Morena está localizado entre os KM-878 e KM-879, tem 760 metros de extensão e também receberá uma ponte. Por último, a região do Córrego Loanda, entre os KM-887 e KM-890, com extensão de 1.726 metros, receberá duas pontes.

Embora as obras não bloqueiem o trânsito, haverá aumento da movimentação de caminhões, máquinas, e equipamentos e a presença de trabalhadores em áreas laterais à rodovia, devido a isso, se faz importante redobrar a atenção ao trafegar por estes trechos, conforme explica o coordenador de Obras da Sinop Energia, Cristovam Santana. “Procedimentos de segurança serão permanentemente adotados, dentre eles a instalação de placas de segurança, sempre que necessário a presença de trabalhadores com bandeirolas de alerta para orientação e lâmpadas de sinalização noturna. A redução da velocidade é fundamental, desde que não comprometa o trânsito nesses trechos”.

Tais obras serão executadas por empresas terceirizadas, contratadas pela Concessionária Sinop Energia, e integram o cronograma de implantação da Usina Hidrelétrica, que tem previsão para o início de geração de energia em dezembro do próximo ano, como capacidade de 408 MW.

Olá Eu sou a joana!

Tem alguma dúvida? Clique aqui!

joana maior